Jargões da arquitetura e da construção civil


​​Na língua portuguesa os jargões estão presentes em praticamente todas as profissões. Não seria​​ diferente na arquitetura e na construção civil. Os jargões expressam aquilo que você quer falar, e que, se você tentar explicar de outra forma, talvez não irá conseguir.

Temos que ter cuidado com o uso dessas expressões pois nem sempre quem escuta está acostumado com elas. Para quem está adentrando esse mundo da construção civil, separei alguns dos mais usados, e que, volta e meia, você irá ouvir por aí.

Jargões da arquitetura e da construção civil

Acabamento: Remate final da estrutura e dos ambientes, feito com diversos materiais como cerâmicas, pisos, gesso e etc;

Alvenaria: Conjunto de tijolos, pedras ou blocos que formam as paredes, muros e alicerces. Quando esse conjunto sustenta a casa, chamamos de alvenaria estrutural;

Balanço: Saliência ou corpo que se projeta para além da prumada de uma construção, sem estrutura de sustentação aparente;

Exemplo de estrutura "em balanço"

Brise: Elemento construtivo utilizado para impedir a incidência direta da radiação solar sobre o interior de um edifício, de forma a evitar o aquecimento excessivo. Pode ser usada também de forma decorativa ou como proteção visual no interior das residências;

Chapiscar: Chapiscar uma parede ou muro é um procedimento bastante comum feito com massa de cimento e aplicado diretamente na parede ou muro antes do reboco. É feito para que haja mais aderência entre a alvenaria e o reboco;

Cobogó: Elemento vazado geralmente desenhados de forma artística, que permite a ventilação e passagem de luz para um compartimento de uma habitação ou delimitação de um espaço;

Cobogós

Contra-piso: Camada com cerca de 3 centímetros de cimento e areia que serve para nivelar o piso;

Croqui arquitetônico

​​Croqui: Primeiro esboço de um projeto arquitetônico;

Escala: Usado para indicar dimensão. Quando dizemos que um projeto foi elaborado em escala 1:50, estamos dizendo que este foi representado cinquenta vezes menor do que sua medida real;

Gabarito: Marcação feita com fios nos limites da construção antes do início das obras;

Geminada: Referência a duas casas unidas por uma mesma parede, casas geminadas;

Meia parede: Parede que não fecha totalmente o ambiente, usada como divisória. Pode apresentar diversas alturas, normalmente utilizada entre 1,00m e 1,70m;

Mezanino

Mezanino: Andar parcial, pode estar entre dois pavimentos ou introduzido no pé-direito de um andar principal;

Pavimento: Espaço de uma edificação situado no mesmo nível, são os "andares" da edificação.

Pé direito: É a altura entre o piso e o teto de uma edificação;

Pérgola/Pergolado

​​Pergola/Pergolado: É uma estrutura feita com peças paralelas apoiadas em pilares. Normalmente são feitos em madeira, aço ou concreto. Em muitos casos, não possuem fechamento na parte superior;

Perspectiva: Desenho tridimensional das fachadas ou dos ambientes;

Pilotis: Conjunto de pilares de sustentação do prédio que deixa livre o pavimento térreo;

Planta baixa: Representação gráfica de uma construção onde cada ambiente é visto “de cima”, sem a cobertura;

Platibanda: A platibanda é um tipo de mureta que fica no alto da casa e serve para esconder o telhado. Muito utilizada quando a cobertura é feita com telhas de fibrocimento;

Plotar: Se refere à impressão de folhas do projeto arquitetônico, estrutural, elétrico, etc. Normalmente utilizamos esta expressão para formatos maiores;

Revestimento: São os materiais empregados sobre as superfícies "cruas" e que são responsáveis pelo acabamento;

Terraplanagem: É a preparação do terreno para receber a construção;

Vão: Termo que define um espaço vazio, uma abertura numa parede; define também a distância entre os dois apoios de uma viga ou laje.

E aí, faltou algum jargão que você usa muito? Quer sugerir algum que você não sabe o que significa? Qual deles nunca tinha ouvido falar? Deixe seu comentário aqui embaixo!

#arquitetura #construçãocivil #jargões #jargão

Posts Em Destaque
Posts Recentes